Consommations et Societes
  • Nouveau traduction en chinois : la consommation & les sciences sociales (Dominique Desjeux)

    Traduction en chinois - 2 livres : la consommation & les sciences sociales

    Lire la suite

  • Romans : les Femmes chinoises ont-elles besoins des hommes ?

    Les Femmes chinoise, ont-elles besoin des hommes ? romans de Mou Xiao Ya

    Lire la suite

  • Consommateur Malin Tome 1 et 2

    LE CONSOMMATEUR MALIN – Tome 1 Face à la crise le cadrage du client et les marges de manoeuvre du consommateur

    LE CONSOMMATEUR MALIN – Tome 2 Le consommateur stratège

    Lire la suite

  • Cynthia Fleury, Dominique Desjeux et Elie Cohen

    Soirée-débat "Truly different" by Pragmaty

    avec de gauche à droite Cynthia Fleury, Dominique Desjeux et Elie Cohen

    Lire la suite

INTERNATIONAL 中文 ENGLISH Português

2014, D Desjeux, M Suarez, RD Campos, Possibilidades de Contribuição da Sociologia ao Marketing: Itinerários de Consumo

2014, Possibilidades de Contribuição da Sociologia ao Marketing: Itinerários de Consumo

2014, http://www.anpad.org.br/ema/2006/dwn/ema2006-mktb-070.pdf

D Desjeux, M Suarez, RD Campos
Revista Brasileira de Marketing e-ISSN: 2177-5184 13 (2), 74-83

Autoria: Roberta Dias Campos, Leticia Moreira Casotti, Maribel Carvalho Suarez

Resumo: O presente artigo tem por objetivo apresentar o método dos itinerários (DESJEUX,

2000), uma ferramenta de pesquisa utilizada no campo da sociologia para investigação do

consumo como analisador da sociedade. Na área de marketing, e mais especificamente na

pesquisa do comportamento do consumidor, o método possibilita investigar não apenas o ato

da compra, mas todo o processo que envolve o consumo dentro de uma perspectiva sistêmica.

O trabalho apresenta a origem do método, seus pressupostos e sua dinâmica de

funcionamento, bem como exemplos de pesquisas realizadas no Brasil e na França a partir da

sua aplicação. Com um foco nos gestos e práticas dos consumidores, mais do que nos seus

discursos, o método dos itinerários tem a possibilidade de revelar lógicas de funcionamento

sobre as quais os entrevistados sequer se davam conta, mas que, mesmo assim, determinam o

seu comportamento cotidiano. O conhecimento gerado por esse tipo de pesquisa pode trazer

contribuições, por exemplo, para áreas como desenvolvimento de novos produtos e design de

embalagens.